Dinâmicas

01 – Convivendo com máscaras

Passos
1- O facilitador coloca a música de fundo e convida os participantes a construírem uma máscara com os materiais disponíveis na sala. A máscara deverá representar ou caracterizar em seu momento atual de vida.
2- Uma vez confeccionada a máscara o participante deverá afixá-la no palito de churrasco para que esta possa ser segurada na frente do rosto.
3- Quando todos tiverem terminado, cada um irá falar um pouco de si utilizando sua máscara.
4- Posteriormente o facilitador divide o grupo em equipes onde cada participante escolherá:
- A máscara com que mais se identifica;
- A máscara com que não se identifica;
- A máscara que gostaria de usar.
5- Concluída a fase acima todos deverão colocar suas máscaras e fazer um mini teatro improvisado, para o qual se pode fornecer um tema ou não.
6- Após o mini teatro forma-se um círculo e cada participante escolhe um dos integrantes do grupo para lhe dizer o que vê atrás de sua máscara.
7- Ao final o facilitador concede a palavra a todos para discussões a respeito da dinâmica.
02 – Auto-retrato desenhado
Material
Diferentes bonecos desenhados em folhas, sulfite, lápis coloridos, canetinhas, giz de cera.
Passos
1- O facilitador pede para cada participante escolher um dos bonecos com o qual mais se identifica.
2- Pede-se para colorir o boneco de uma forma que se auto-retratem.
3- Ao término, o facilitador pede que todos (cada um no seu desenho) respondam por escrito as seguintes perguntas:
- Saindo da boca, fazer um balão com uma frase que represente seu lema de vida;
- Saindo do coração, fazer uma seta indicando três dos seus valores;
- Na mão esquerda, escrever algo que gostaria de receber;
- Na mão direita, escrever uma meta que deseja alcançar.
4- Finalizando, o facilitador pede para que cada um faça a apresentação do seu “eu” representado no boneco.
03 – Salada de Frutas
Passos
1- Em circulo, explica-se que por um tempo vamos ser uma “Salada de Frutas”.
2- A pessoa encarregada de coordenar o jogo ficará no centro da roda; proporá que quando apontar alguém e disser “banana”, o participante deverá dizer seu nome, quando disser “maçã”, deverá dizer o nome do participante de sua direita e quando disser “laranja” o nome do companheiro da esquerda.
3- Quando o que dirige o jogo disser “Salada de Frutas”, a roda deverá ser bagunçada e cada integrante terá que se pôr em outro lugar da roda, ficando parado ao lado de diferentes companheiros.
4- Assim a pessoa encarregada de dirigir o jogo percorrerá a roda dizendo as frutas e as pessoas terão que responder corretamente, do contrário passarão ao centro da roda e ficarão para seguir dirigindo o jogo, enquanto o que antes dirigia ocupa seu lugar na roda.
04 – Cumprimento criativo
Material
Musica animada.
Passos
1- O apresentador explica ao grupo que quando a música tocar todos deverão se movimentar pela sala de acordo com o ritmo da mesma.
2- A cada pausa musical: Congelar o movimento prestando atenção à solicitação que será feita pelo apresentador.
3- Quando a musica recomeçar atender a solicitação feita.
4- O apresentador pedirá formas variadas de cumprimento corporal a cada parada musical. (Exemplo: Com a palmas das mãos; Com os cotovelos; Com os pés; etc.)
5- Após vários tipos de cumprimento, ao perceber que se estabelece no grupo um clima alegre e descontraído, o apresentador diminui a música pausadamente, pedindo a cada pessoa que procure um lugar na sala para estar de pé, olhos fechados, esperando que a respiração volte ao normal.
6- Abrir os olhos, olhar os companheiros, formar um circulo, sentar.05 – Aprendendo o nome

Passos
1- Animador solicita que o grupo, de pé, forme um grande círculo.
2- A seguir, dá início ao exercício: dá um passo à frente, diz seu nome, acompanhado de um gesto com as mãos ou com todo o corpo, quando então as pessoas do grupo repetem em côro o nome do animador e fazem o mesmo gesto.
3- Prosseguindo, a pessoa à direita do animador diz seu nome e cria um novo gesto. O grupo repete o nome e o gesto do colega, e assim sucessivamente até todos se apresentarem.06 – Dinâmica das Varinhas

Material a ser usado: Um feixe de 16 varinhas (pode-se usar palitos dechurrasco)Objetivo: União do grupo. A fé como força que pode agregar, unir e dar resistência às pessoas.

Passos
1. Pedir que um dos participantes pegue uma dasvarinhas e a quebre. (o quefará facilmente).
2. Pedir que outro participante quebre cinco varinhas juntas num só feixe(será um pouco mais difícil).
3. Pedir que outro participante, quebre todas as varinhas que restaram, senão conseguir, poderá chamar uma outra pessoa para ajudá-lo.
4. Pedir que todos os participantes falem sobre o que observaram econcluíram.
5. Terminar com uma reflexão sobre a importância de estarmos unidos.

07 – Auto confiança
Material: Venda para os olhos.

Passos
1- Formar duplas com todo o grupo.Em cada dupla, uma pessoa é vendada e a outra aconduz para dar um passeio fazendo-a passar por situações diversas ( se possível ) Escadas, por meio de cadeiras.
2 - Depois de alguns minutos, inverter os papéis.
3 -No final, fazer uma avaliação : Como foi aexperiência, como se sentiu?, como foi ser conduzido?, como foi conduzir?”Devemos nos entregarmos nas mãos de Deus semmedo, deixar Deus nos conduzir.

08 – Dinâmica do nó

Material: Não é necessário.
Passos:
1- Os participantes de pé, formam um círculo e dão as mãos. Pedir para que não se esqueçam quem esta a seu lado esquerdo e direito.
2- Após esta observação, o grupo deverá caminhar livremente.
3- A um sinal do animador o grupo deve parar de caminhar e cada um deve permanecer no lugar exato que está. Então cada participante deverá dar a mão a pessoa que estava a seu lado (sem sair do lugar, ou seja,de onde estiver ) mão direita para quem segurava a mão direita e mão esquerda para quem segurava a mão esquerda(como no início ).Com certeza, ficará um pouco difícil devido a distância entre aqueles que estavam próximos no início, mas o animador tem que motivar para que ninguém mude ou saia do lugar ou troque o companheiro com o qual estava de mãos dadas.
4 - Assim que todos estiverem ligados aos mesmos companheiros, o animador pede que voltem para aposição natural, porém sem soltarem as mãos e em silêncio. ( O grupo deverá desamarrar o nó feito e voltar ao círculo inicial, movimentando-se silenciosamente.) Se após algum tempo não conseguirem voltar a posição inicial, o animador libera a comunicação.
5 - Enfim, partilha-se a experiência vivenciada.(destacar as dificuldades. )


Comments are closed.